Augusto Cury – entrevista

Por Antonio Carlos Rix

Carlos Rix:
Qual é a maior dor? Onde dói mais a educação do Brasil hoje? O que mais precisa?

acury
Durante a Bett Brasil Educar 2015

Augusto Cury:
Eu sou publicado em mais de 70 países e para mim, não apenas a educação do Brasil, mas de toda civilização moderna, está doente, formando pessoas doentes para uma sociedade doente. Porque nós tomamos o caminho contraído errado, nós bombardeamos o córtex cerebral das crianças, adolescentes e universitários com milhões de dados sobre o mundo de fora, ensinando matemática, física, química e competências profissionais nas universidades mas não os ensinamos a conhecer o mais complexo de todos os planetas, o planeta chamado “mente humana”.

Nós temos que passar da era da informação para a era do “eu como gestor da mente humana” e para desenvolver o “eu como gestor da mente humana” é fundamental não apenas ensinar as funções cognitivas como raciocínio, memória, dedução, indução, síntese, pensamento lógico.

Precisamos desenvolver uma pauta para ensinar as funções não cognitivas, quais são: pensar antes de reagir, colocar-se no lugar do outro, trabalhar perdas e frustrações, resiliência, filtrar estímulos estressantes, proteger a emoção, gerenciar ansiedade entre inúmeras outras funções não cognitivas, pensar como humanidade.

Ninguém é digno da maturidade e da saúde emocional se apenas pensa como grupo social, religioso, intelectual e político. É necessário pensarmos como família humana, irmos além, tocar a essência. Não há diferenças nos bastidores da mente entre palestinos e judeus, entre hétero e homossexuais, entre celebridades e anônimos, entre intelectuais e iletrados.

Até porque – acabei de falar numa entrevista de um grande jornal televisivo – mesmo o mendigo que perambula pelas ruas e que tem delírios que o mundo conspira contra ele, ele é tão complexo na construção de pensamentos como Einstein que produziu a Teoria da Relatividade.

Quando nós estudamos o processo de construção de pensamento, que é a última fronteira da ciência, e com muita humildade tive o privilégio de desenvolver uma das poucas teorias mundiais, durante 30 anos, sobre a natureza dos pensamentos, os fenômenos inconscientes que os constroem em milésimos de segundos e os tipos de pensamentos e o “eu como gestor da mente humana” estou claro que a nossa espécie beira as raias da inviabilidade porque não desenvolveu as funções não cognitivas mais importantes para formarmos mentes livres com uma emoção saudável.

Por isso reitero e finalizo que para plateias de juízes, no Congresso Nacional, no Supremo Tribunal Federal, em países que eu tenho dado conferências, na Romênia, na Sérvia, na Bulgária, nos Estados Unidos, na Europa… nunca nas sociedades livres houve tantos escravos num único lugar que é inadmissível sermos prisioneiros dentro de si mesmo. A população carcerária do mundo no máximo é 1% na sociedade democrática mas, como digo nos meus livros Vendedor de Sonho, Código da Inteligência e Felicidade Roubada, a população carcerária no território da emoção, ela atinge 99%.

Então fisicamente 1% está preso em presídios, em masmorras e 99% livre mas, emocionalmente 99% estão presos, encarcerados na emoção e no máximo 1% livre. Por isso nós temos que mudar a educação da era da informação para a era do eu como líder do teatro da mente humana como gestor da emoção!

————

Parte de um artigo colaborativo com jornalistas de vários países em Inglês, a integra aqui.

Meus agradecimentos a Renata Lemos que gentilmente transcreveu o vídeo.

——

Veja em vídeo:

————————-

Tenha sua escola, faça a diferença:

franquia

Advertisements

World Formal Education Problem

​Last May (20, 21,22, 23rd) another edition of Bett Brazil Educar took place in São Paulo, Brazil. Educar is one of the most important education event in Latin America today. For four days over 18,000 visitors from all over the contry could closely follow the news and educational technological trends presented by approximately 250 exhibitors.

The event is a meeting point for educators, school adms, managers, engineers and public officials. Bett Educar promoted access to more than 165 activities that took place simultaneously in 11 auditoriums. The training activities attracted about 12,000 participants.

As a CJ and a teacher I was at home. From the first to the second day, I decided to consult people I know from many different countries about problems in education. “Where does it hurt”, I asked. “If you had to name a major problem in your county, concerning education, what would it be?

Check the answers:

Ana Carmen Foschini – Brazil.  To invest in the teacher´s formation and carrier, in order to make it more attractive and respected.

Claire Ulrich – France.  Our challenge is racial. Integrating pupils of African and Arabic descent. Islam is becoming a problem in schools too.  Islam is becoming a problem because education is based in France on a strict secular rule. The problem affects special diets, special religious festivals, etc. France is not equipped with its secular rule to deal with religious demands in the public space such a the school.

Jean K. Min – Suth Korea.  Hi there..For a country long accustomed to the universal access to basic education, the increasing polarization of the education market where only wealthy few enjoy premium service while the rest of students are increasingly deprived of an opportunity to enjoy higher education is the biggest issue currently. One survey shows that near 40% of the freshmen students of Seoul National University, the top university in South Korea, was from Gangnam, the most affluent corner of the country.

Rajen Nair – India.  Education that makes you think, provokes you to ask questions, makes us in inquisitive and less depended on rote learning to pass.

Retty N. Hakim – Indonesia.  Personally, I think the biggest challenge is to keep growing or developing our younger generation into the international standard while keeping the local wisdom such as respecting elders, helping each other, etc. The television, and the internet has delivered the western values, which is sometimes taken without filtering. Drugs is one of those traps that can ruin our youngsters.

Tim Weaver – USA.  Easy. Total control of the primary/secondard (before college) of the education system by the teach unions. Stifles new ideas and competition and their main concern are the teachers and not the kids. Need more charter schools.

I also asked Dr. Agusto Cury, a Brazilian physician, psychiatrist, psychotherapist and writer. He developed the Multifocal Theory, about the functioning of the mind and the construction process of thought.

The following is a transcript of an exclusive interview he granted during Bett Educar show where he was as one of the main panelist.

“I have been published in more than 70 countries and for me, not just the education in Brazil but of all modern civilization is sick, forming sick people for a sick society. Because we have chosen the wrong path, we bombed the cerebral cortex of children, teenagers and college students with millions of data about the outside world, teaching mathematics, physics, chemistry and professional skills in universities but we did not teach them to meet the most complex all the planets, the planet called “human mind”.

We have to move from the Information Age to the era of the “I as a manager of the human mind” and to develop the “I as a manager of the human mind” is essential not only to teach the cognitive functions such as thinking, memory, deduction, induction, synthesis , logical thinking.

We need to develop an agenda to teach non-cognitive functions, which are: think before reacting, put yourself in someone else´s shoes, work out loss and frustrations, resilience, filter stressful stimuli, protect the emotion, manage anxiety among many other functions not cognitive, think as humans.

No one is worthy of maturity and emotional health if he or she is just think as a social group, religious, intellectual and political. We need to think as a human family, go beyond, touch the essence. There are no differences in the backstage of our minds between Palestinians and Jews, hetero and homosexuals, celebrities and anonymous, intellectuals and illiterate.

Especially because as just I spoke on an interview for a large television news CO that even the beggar who roams the streets and has delusions that the world conspires against him, he is as complex in the process of his thoughts as Einstein who produced the theory of relativity.

When we study thought construction process, which is the last frontier of science, and with great humility, I have had the privilege of developing one of the few global theories, for 30 years about the nature of thoughts, unconscious phenomena that build on milliseconds and the kinds of thoughts and the “I as a manager of the human mind” It is clear to me that our species staring at the brink of impossibility because not developed non-cognitive functions most important to free minds we form with a healthy emotion.

Therefore, I reiterate, to conclude that for audiences of judges, the National Congress, the Supreme Court, in countries that I have given lectures, Romania, Serbia, Bulgaria, the United States, Europe … never in free societies there were so many slaves in one place that is inadmissible be prisoners within yourself.

The prison population in the world is no more than 1% in democratic society but, as I say in my books “Seller of Dreams”, “Intelligence and Happiness”, “The Stolen Code”, the prison population in the territory of emotion reaches 99%. Then physically 1% are trapped in prisons, in dungeons and 99% free but 99% are emotionally arrested, imprisoned on emotion and at most 1% free. So we have to change the education of the information age to the era of the self as leader of the theater of the human mind as emotion manager!”

EDUCAR 2015 – A escola dos nossos sonhos: horizontes possíveis, desafios imediatos

Terminou no último sábado (23) mais uma edição da Bett Brasil Educar, maior evento de educação da América Latina. Durante quatro dias mais de 18 mil visitantes de diversas localidades puderam acompanhar de perto as novidades em soluções e tendências educacionais e tecnológicas apresentadas por aproximadamente 250 expositores.

Na abertura sindicalistas ​e professores da rede pública ​aproveitaram o ​momento para fazer um protesto pacífico contra o governo:

​Isso não diminuiu o brilho do evento, que é o ponto de encontro anual de educadores, mantenedores de escolas, diretores, coordenadores e representantes públicos e promoveu o acesso a mais de 165 atividades, que aconteceram simultaneamente em 11 auditórios. As atividades de capacitação atraíram cerca de 12 mil congressistas.​ A ausência da mídia majoritária em geral foi notória. Educação não é pauta?!, fica a pergunta. ​

Nomes relevantes do cenário educacional brasileiro e do exterior falaram sobre Alfabetização, Comunicação e Letramento; Avaliação na Educação; Currículo na Educação; Educação da Infância; Educação Integral; Educação e Tecnologia; Educação Profissional e Tecnológica; Formação Profissional e Metodologia de Ensino; Gestão e Políticas Educacionais.

​Em meio a tanta tecnologia e informatização a empresa Supera apresentou tecnologia milenar remodelada para tratar o Déficit de Atenção com Hiperatividade (DTH):

Em termos de aplicativos os professores devem conferir a  proposta da empresa Controller, um APP colaborativo​ facilitar o seu trabalho:

​​

Pela primeira vez o evento dedicou um espaço exclusivo para startups em educação e tecnologia, por meio da Bett Startups, num ambiente propício para troca de experiências e networking altamente qualificado. Classapp, Diaryium, Elefante Letrado, Inédita, QG do Enem, Missão Universitário, Mupi e Kid Reports foram as empresas participantes.

Solução interessante para grandes cidades ficou por conta da solução “filho sem fila”. ​Com o sistema, pais de alunos dos colégios participantes tem mais agilidade e segurança ao buscar seus filhos. Assim que seu carro entra no perímetro demarcado pela escola basta acionar um botão no smartphone para que seu filho/a se prepare para sair. No mesmo estande outra empresa oferece Monterjoy um game para motivar crianças a cumprir com os deveres escolares. Aproveitar tecnologia para segurança e melhoria do ensino é importantíssimo. A defasagem entre o que as crianças tem acesso em casa e o que recebem na escola ainda é grande.

​Já o Espaço do Saber, propiciou um ambiente de compartilhamento das melhores práticas dos principais líderes do setor educacional. No dia 20 de maio houve uma programação voltada para as Escolas Privadas e Ensino Superior, por meio de uma série de palestras focadas em gestão. Nomes como Tatiana Portella, Secretária da Câmara de Educação Básica na ANEC; Renato Júdice, Diretor de Educação da Geekie; Valdenice Minatel, Coordenadora de Tecnologia Educacional no Colégio Dante Alighieri; Marcelo de Freitas Lopes, Coordenador de Tecnologia Educacional Weducation; Nick Thody, Head Teacher; Darren Burchall, Head of ICT Learning & Teaching; Amábile Pacios, Presidente da FENEP (Federação Nacional das Escolas Particulares); Rodrigo Capelato, Diretor Executivo do Semesp (Sindicato das Mantenedoras de Ensino Superior) e Ricardo Holz, Presidente da Associação Brasileira de Estudantes de Educação a Distância compartilharam suas experiências. No dia 21 a programação foi exclusiva para membros do CONSED (Conselho Nacional de Secretários de Educação) e no dia 22 para a UNDIME/SP (União dos Dirigentes Municipais de Educação). Esse Espaço contou com o patrocínio da Digital Pages, Mindlab, Evobooks, XD Education, Google for Education, LF Educacional, Portabilis, Sistema Etapa e Cisco/MTEL.

O ponto alto do evento, e na verdade, até um contra ponto a muitas das propostas de escolarização/educação​ oferecidas na feira,​ foi a palestra do Dr. Augusto Cury, que ele resumiu para nós com exclusividade seu conteúdo no vídeo seguinte:

>

Nota fundamental: Agradecemos o trabalho de todos os assessores de imprensa e, em especial, a Leonardo Souza da assessoria do próprio evento por todos os releases e informações compartilhadas.

Original ou cópia

Qual é melhor?

“I Knew You Were Trouble”
(originally by Taylor Swift)

Once upon time,
A few mistakes ago
I was in your sights,
You got me alone
You found me, you found me, you found me

I guess you didn’t care
And I guess I liked that
And when I fell hard
You took a step back
Without me, without me, without me

And he’s long gone
When he’s next to me
And I realize the blame is on me

Cause I knew you were trouble when you walked in
So shame on me now
Flew me to places I’d never been
Till you put me down oh
I knew you were trouble when you walked in
So shame on me now
Flew me to places I’d never been
Now I’m lying on the cold hard ground
Oh, oh, trouble, trouble, trouble
Oh, oh, trouble, trouble, trouble

No apologies
He’ll never see you cry
Pretends he doesn’t know
That he’s the reason why
You’re drowning, you’re drowning, you’re drowning

And I heard you moved on
From whispers on the street
A new notch in your belt
Is all I’ll ever be
And now I see, now I see, now I see

He was long gone
When he met me
And I realize the joke is on me

I knew you were trouble when you walked in
So shame on me now
Flew me to places I’d never been
Till you put me down oh
I knew you were trouble when you walked in
So shame on me now
Flew me to places I’d never been
Now I’m lying on the cold hard ground
Oh, oh, trouble, trouble, trouble
Oh, oh, trouble, trouble, trouble

And the saddest fear comes creeping in
That you never loved me or her or anyone or anything
Yeah

I knew you were trouble when you walked in
So shame on me now
Flew me to places I’d never been
Till you put me down oh
I knew you were trouble when you walked in
So shame on me now
Flew me to places I’d never been
Now I’m lying on the cold hard ground
Oh, oh, trouble, trouble, trouble
Oh, oh, trouble, trouble, trouble

I knew you were trouble when you walked in
Trouble, trouble, trouble
I knew you were trouble when you walked in
Trouble, trouble, trouble

.

Matrículas abertas para turmas de Maio!
Matrículas abertas para turmas de Maio!

.

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

-= Trabalhe a partir de casa veja aqui a ferramenta! =-

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

.

muna itani

.

.

JAZZ ÁS QUINTAS

= . =

= . =

TODAS AS QUINTAS FEIRAS (EXCETO A PRIMEIRA DO MÉS):

FILIPE FONTÃO, GUITARRAJAZZ,
E
SALVADOR, PIANO TECLADO,

FAZEM O SOM, COM E PARA OS AMIGOS, NO “BUTECO DO JAZZ” ALMANAQUE.

END: RUA EUCLIDES DA CUNHA 97 SANTOS SP
NOVO HORÁRIO: DAS 19:00 ÀS 22:00HS

.

.

.

.

Matrículas abertas para turmas de Maio!
No Guarujá! Matrículas abertas para turmas de Maio!

,.

.

..

.muna

.itani

Abraham Lincoln Escreveu

Valeu prima!

marioandrade
Mário de Andrade

Mas veja, sempre que recebo material deste tipo via Internet vou conferir, “google it”. Vou lá e vejo se realmente a informação e a autoria são verídicas. No caso a carta não é de Lincoln. Mas muita coisa boa e bonita de ser dita é atribuída a grandes personalidades históricas com ao presidente Americano aqui.

Entretanto as ideias são sim boas e vale a pena passar a diante.
(Na verdade, cá para nós, “acredito” que a carta foi escrita por Mário de Andrade ao professor filho que nunca teve – foi, foi logo depois que terminou de escrever Macunaíma.   🙂  Google it!)

.

CARTA DE ABRAHAM LINCOLN PARA O PROFESSOR DE SEU FILHO.

ABRAHAM LINCOLN

“Caro professor, ele terá de aprender que nem todos os homens são justos, nem todos são verdadeiros, mas por favor diga-lhe que, para cada vilão há um herói, para cada egoísta, há um líder dedicado.
Ensine-o, por favor, que para cada inimigo haverá também um amigo,

Ensine-o que mais vale uma moeda ganha que uma moeda encontrada. muna
Ensine-o a perder, mas também a saber gozar da vitória,

Afaste-o da inveja e dê-lhe a conhecer a alegria profunda do sorriso silencioso.
Faça-o maravilhar-se com os livros, mas deixe-o também perder-se com os pássaros no céu, as flores no campo, os montes e os vales.

Nas brincadeiras com os amigos, explique-lhe que a derrota honrosa vale mais que a vitória vergonhosa,

Ensine-o a acreditar em si, mesmo se sozinho contra todos.

Ensine-o a ser gentil com os gentis e duro com os duros, Itani

Ensine-o a nunca entrar no comboio simplesmente porque os outros também entraram.

Ensine-o a ouvir todos, mas, na hora da verdade, a decidir sozinho.

Ensine-o a rir quando estiver triste e explique-lhe que por vezes os homens também choram.

Ensine-o a ignorar as multidões que reclamam sangue e a lutar só contra todos, se ele achar que tem razão.

Trate-o bem, mas não o mime, pois só o teste do fogo faz o verdadeiro aço.

Deixe-o ter a coragem de ser impaciente e a paciência de ser corajoso.

Transmita-lhe uma fé sublime no Criador e fé também em si, pois só assim poderá ter fé nos homens.

Eu sei que estou a pedir muito, mas veja o que pode fazer, caro professor.“

Matrículas abertas para turmas de Maio!
Matrículas abertas para turmas de Maio!

Árvore cai no Guarujá, mãe e filho escapam por pouco

Por volta da 13:30 horas desta tarde (04/12/2012) uma árvore centenária caiu na Rua Washington, nas proximidades do número 264, no centro do Guarujá no litoral de São Paulo. A senhora Fabiane, que deixava seu filho na escola existente ali comentou: “por muito pouco não fomos vitimas de um acidente terrível”.

– “Passamos, em seguida ouvimos um estrondo e ví a árvore no chão pelo retrovisor.” afirmou ainda traumatizada pelo ocorrido, “foi por Deus, concluiu.”

De acordo com a secretaria da Escola Internacional Nova Geração o carro de um dos pais de alunos foi atingindo. Apenas três veículos foram danificados.  “O horário não colaborou, nesta hora acontece a saída e entrada de crianças na escola.” afirmou a funcionária.

Eis aí um aviso! Escapamos por pouco! A prefeitura tem que vistoriar as árvores do Centro da cidade, a maioria velhas e pesadas, plantadas em solo frágil.

Um próximo evento pode ser fatal, melhor prevenir.

.

conheça o projeto: www.sosanjos.com.br

…………………………..

Procurando uma oportunidade de negócio? Conheça o EVS da Herbalife