Show em Sampa

Júlia Tygel apresenta Novos Enredos,  novo concerto do projeto 

Entremeados: música popular brasileira para piano e violoncelo

28 de junho na Biblioteca Mário de Andrade (São Paulo)

ju       “O que a jovem compositora Júlia Tygel está fazendo é algo que tem conexão com uma tradição erudita muito forte, assinada embaixo por compositores da importância de um Liszt.”
(maestro João Maurício Galindo – Orquestra Jazz Sinfônica)

 ASSISTA AQUI AO TEASER E A 3 NOVAS MÚSICAS DO PROJETO AO VIVO

  A pianista Júlia Tygel estreia em junho o concerto Novos Enredos, uma continuidade do projeto Entremeados, com arranjos inéditos para piano e violoncelo de músicas de Milton Nascimento, Dori Caymmi e outros compositores brasileiros. No limiar entre a música erudita e a popular, a apresentação tem participação das violoncelistas Vana Bock (OSUSP) e Adriana Holtz (OSESP).

O concerto acontecerá no auditório da Biblioteca Mário de Andrade, em São Paulo, na série instrumental com curadoria de Swami Jr., no dia 28 de junho (terça-feira) às 20h, com entrada franca.

Júlia Tygel é pianista e compositora. É doutora em música pela USP, tendo realizado parte do programa na City University of New York como bolsista CAPES-Fulbright, além de bacharel e mestre em música pela UNICAMP.

– Entrevista com Julia Tygel

Vídeos de shows passados: 

·      Brasil

·      Nova York

SERVIÇO:

Quando: 28 de junho, terça-feira
Show: “Entremeados: Novos Enredos”
Onde: Auditório da Biblioteca Mário de Andrade, São Paulo/SP
Endereço: Rua da Consolação, 94 – Centro
Horário: 20h
Duração do show: 1h15

Ingressos gratuitos, começam a ser distribuídos 1h antes do concerto.

Para mais detalhes acesse este link

Advertisements

Música, um santo remédio

Minha amiga Julia Tygel agora está lá na Big Apple (NY) para estudar mais música e também compartilhar sua arte. Tenho acompanhado sua carreira desde que a conheci tocando ao Vivo na CPFL, no Café Filosófico, estava ela e Adriana Holtz que a acompanhou ao violoncelo. A CPFL Campinas promove muitos projetos culturais deste tipo. Um deles é o “Sarau Cultural no Café”, um espaço para novos artistas apresentarem suas obras. Um “point cult” da cidade de Campinas, imperdível.

Segundo os especialistas a segunda metade da década de 1960 no Brasil foi marcada por inúmeros festivais de música. Nasceu a MPB (Música Popular Brasileira). Foi também nesta década que o estrelato de artistas que começaram a aparecer entre os grandes nomes da nova onda brasileira – a MPB – foram conhecidos pela primeira vez. Nomes como Edu Lobo, Chico Buarque, Elis Regina, Milton Nascimento, Gilberto Gil, entre muitos outros.

O fato é que não é com frequência que você vai ver os dois, MPB e Música Clássica, lado a lado, de mãos dadas… Quando isso acontece vale a pena prestar atenção. Isso é exatamente o que faz Julia Tygel, pianista clássica e compositora, no seu show “Entremeados” e no CD do mesmo nome.

Ousa Entremeados na Radio UOL “Entremeados” apresenta o entrelaçamento de música clássica e MPB.  Júlia Tygel fez isso depois de extensa pesquisa e anos de trabalho árduo. No seu trabalho, ela re-interpreta alguns épicos da MPB de maneira sublime – clássicos da MPB num formato clássico.

Tive oportunidade, durante alguns ensaios, de me sentar e ouvir essa música e fiquei impressionado com o quão bem me fez sentir. Realmente pensei: “Isto não é só música, é mais, é como um bálsamo curativo!”  Esse êxtase e bem-estar foi realmente surpreendente. Sou muito mais o tipo “música pop” de pessoa. Esse entrelaçamento me trouxe para mais perto do mundo do clássico de uma forma fantástica.

Mas há mais!  Uma pesquisa rápida na internet… e achei a Associação Americana de Musico Terapia que deu substância ao que eu estava sentindo: Sim, a música pode realmente curar! De acordo com o site  “musico terapia pode atender a uma variedade de objetivos da saúde metal e física. Pode promover o bem estar, gerenciar o estresse, aliviar dores, melhorar a memória, melhorar a comunicação e etc”.

Lembrei de Davi e Saul. O texto bíblico diz: “Davi tomava a harpa… …então (o rei) Saul sentia alívio (de suas dores)” 1Samuel 16

Mais tarde, perguntei a própria Júlia Tygel sobre isso e ela disse: “.. É isso mesmo, existem vários estudos e conferências nesta área… é tudo tão interessante quanto ainda misterioso” e acrescentou “Todo o esforço que fazemos (compondo arranjos, por exemplo), utilizando ferramentas racionais ou mesmo intuitivas, é, de alguma forma, para chegar mais profundo em cada pessoa …”

Bem, meu caro amigo, de volta ao mundo dos mortais… se você estiver em NY agora recomendo fortemente que você siga Júlia Tygel via MySpace e se tiver a oportunidade de ir ouvir o seu trabalho… faça isso. O melhor da música popular brasileira entremeada com clássico é um “must see”.

Depois, então, volte aqui e nos deixe saber como você se sentiu e sente, ok?

Júlia Tygel – entrevista

Entrevista rápida, ala Antonio Abujamra

 

Júlia, Campinas? 
A cidade onde cresci e onde aprendi música. Onde duvidei e aprendi a acreditar em mim mesma. Onde descobri o violoncelo. Hoje, uma memória guardada, com beleza e desapego.

Entremeados? 
É o resultado de um trabalho de anos feito aos poucos, como uma borboleta no casulo. Minha estréia e entrega à música, muito aprendizado, grandes mestres no caminho. Entremeados fala de cruzamentos, encontros: entre o erudito e o popular, entre linhas melódicas em contraponto, entre instrumentos e pessoas. A palavra remete a um congelamento do tempo, um espaço entre os tempos: para mim, o lugar da arte. 

New York?
A vida colocou uma placa na minha frente assim: “desvio, sentido NY”. Estou seguindo. Sei que tem início agora uma nova fase da vida, com muito aprendizado musical e pessoal. Uma cidade paradoxal, de extremos, com muita diversidade e oportunidades, e que exige também muito centramento interno… estou animada!
Flyer-julia1

Apresentação em Campinas, SP:
http://www.associatedcontent.com/video/912889/epic_brazilian_pop_music_turned_classic.html?cat=33

Carlos Rix’s blogs

Show de Júlia Tygel em Campinas

 No ultimo sábado, dia 16, no Teatro do Centro de Convivência, Julia Tygel, acompanhada pela violoncelista Vana Bock, fez o show de lançamento do seu primeiro CD, “Júlia Tygel – Entremeados”.

O show emocionante marcou a estreia da artista no principal palco Campinense. “Sempre vim aqui apreciar grandes apresentações e artistas, é um prazer estar aqui agora”, disse.

No repertório, arranjos para piano e violoncelo de músicas de Chico Buarque, Edu Lobo, Tom Jobim e algumas composições, no limiar entre o erudito e o popular. 

O CD teve financiamento do Fundo de Investimentos Culturais de Campinas e produção musical de Benjamim Taubkin.

Quem lá esteve se emocionou. Esse trabalho é mais que música é um remédio para a alma.

Recomendo o CD, entre no site da Júlia e encomende o seu. www.myspace.com/juliatygel 

Flyer_julia_campinas

veja mais aqui