Babosa na alimentação

aloeveraAloe significa substância amarga. Aloe vera, a nossa Babosa, é uma planta incrível. Conhecida desde os tempos mais remotos por seu poder curativo. É muito boa para usar em suavizantes (cremos), para lubrificação interna, a saúde da pele, fortalecer as unhas e manter os cabelos brilhantes. A planta também é indicada ainda para queimaduras solares ou picadas de insetos, a babosa aliviar a dor. Você pode babosa em receitas de alimentos crus, sucos, etc.

Primeiro é preciso saber como escolher e retirar o gel das folhas:

  • Escolha sempre plantas com pelo menos três anos de vida, elas tem os princípios ativos mais fortes.
  • Observe as folhas, dê preferência para as que são mais planas (menos côncavas no lado de dentro), quanto mais plana a folha menos amarga será.

Descasque com cuidado!

Remova as laterais espinhosas, e depois com uma faca afiada, ou um descascador, retire as cascas e depois o gel. (Cuidado!)

A partir deste ponto é possível fazer vários usos:

  • bater no liquidificador, peneirar e usar em sucos diversos
  • picar em gomos para fazer sobremesas como gelatina, etc
  • bater no liquidificador e usar como creme na pele, nos cabelos e como emplastro

Com babosa o céu é o limite! Mas lembre-se, tudo tem contra indicações! Quer seja pelo exagero do consumo ou pelos efeitos dos princípios ativos. Evite tomar a babosa durante a gravidez,menstruação, ou se você tem hemorroidas ou degeneração do fígado e vesícula biliar.. Aloe vera pode provocar vômitos e se transformar num purgativo drástico, sendo totalmente desaconselhável seu uso em crianças, onde os efeitos colaterais podem ser potencializados. Mais uma vez o consumo da babosa não deve ser indiscriminado!

Existem muitas receitas na internet, escolha as mais recomendadas.

Boa pratica
com qualquer herva
é experimentar doses pequenas, para ver como seu organismo reage.

….
Em miudos:

NOME CIENTÍFICO: Aloe vera.
NOME POPULAR: Babosa.
PARTE UTILIZADA: Da folha faz-se suco, concentrado e seco. Para cuidar da beleza, usa-se a casca para a fabricação de loções e cremes.
SABOR: Amargo.
PROPRIEDADES: Laxativa, emoliente, digestiva, anti-hipertensiva, hepática, cicatrizante e antiinflamatória.
PRINCÍPIOS ATIVOS: Glicosídios antraquinônicos (em especial a aloína), mucilagem e tanino.
INDICAÇÕES: Em forma de chá é usada como laxante, para melhorar a digestão e combater sintomas nervosismo, dor de cabeça, olhos vermelhos e gosto amargo na boca.
HÁBITAT: É originária das regiões quentes da América, do Sul da Europa e da África. Encontrada em locais altos e terreno seco. É uma planta de crescimento lento, freqüente nos cerrados.
OBSERVAÇÕES: As sementes são tóxicas. É desaconselhado o uso da planta em crianças.
Fonte: As fórmulas mágicas das plantas, de Alex Spyros Botsaris, (Editora Nova Era)

​​​Cabelos (Bem Estar)​​

—————
—————————–

Emagrecer com saúde – http://123shake.com

Purificar água – http://h2obrasil.com

 

Advertisements

Posse Responsável de Cães e Gatos

Sou apaixonado por animais. Prefiro animais selvagens e soltos, adoro admira-los, sempre que possível. Também visito zoológicos sempre que posso, melhor que nada. Os zoológicos acabaram virando importantes aliados na preservação de algumas espécies. Gosto de cães e gatos também, não tenho nenhum no momentos pois não tenho como cuidar como se deve. Quem tem animais em casa precisa saber no mínimo o seguinte:

"Os 10 Mandamentos da Posse Responsável de Cães e Gatos

1. Antes de adquirir um animal, considere que seu tempo médio de vida é de 15 anos. Pergunte à família se todos estão de acordo, se há recursos necessários para mantê-lo e verifique quem ficará cuidando do animal nas férias ou durante feriados prolongados.

2. Adote animais de abrigos públicos e privados (vacinados e castrados), em vez de comprar por impulso.

3. Informe-se sobre as características e necessidades da espécie escolhida: tamanho, peculiaridades, espaço físico.

4. Mantenha o animal sempre dentro de casa, jamais solto na rua. Para os cães, passeios são fundamentais, mas apenas com coleira, guia e conduzido por quem possa conter o animal.

5. Cuide da saúde física do animal. Forneça abrigo, alimento, vacinas e leve-o regularmente ao veterinário. Dê banho, escove e exercite-o periodicamente.

6. Zele pela saúde psicológica do animal. Dê-lhe atenção, carinho e ambiente adequado.

7. Eduque o animal, se necessário, por meio de adestramento, mas respeite suas características.

8. Ao passear, recolha e jogue os dejetos em local apropriado.

9. Identifique o animal com plaqueta e registre-o no Centro de Controle de Zoonoses ou similar, informando-se sobre a legislação do local.

10. Evite as crias indesejadas de cães e gatos. Castre os machos e as fêmeas.A castração previne doenças, garante o bem-estar dos animais e é a única medida definitiva no controle das populações de cães e gatos."

​ Criado por : Arca Brasil

"O conceito de Posse Responsável reflete a percepção pelo dono de cães e gatos de estimação, da total dependência física e afetiva desses animais. Cuidar de cães e gatos significa assumir total responsabilidade por toda e qualquer atitude desses animais, mantendo-os em perfeitas condições de saúde, cuidados e afeto. Essa convivência entre homens e animais só vale a pena enquanto harmônica e prazerosa. O dono responsável, portanto, deve criar seus animais em perfeitas condições de saúde e contenção, de tal forma que não sejam causa de qualquer espécie de constrangimento ou risco a todos de seu convívio social. Por isso, deve ater-se aos pontos abaixo.

Escolha do animal, cão ou gato?
Os cães vivem de 12 a 15 anos em média, e os gatos podem viver até 18 anos. Ambos necessitam de cuidados até o fim da vida.

Cuidados Básicos
Alimentação, higiene, vacinação, esterilização/castração, registro geral animal (RGA) para cães e gatos é fundamental e obrigatório por lei em alguns locais como, por exemplo, na cidade de São Paulo (Lei Municipal 13.131/2001).

O que diz a Lei Federal
Lei Federal 9605/1998 (Lei de Crimes Ambientais) – Artigo 32."Praticar ato de abuso, maus tratos, ferir ou mutilar animais silvestres domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos é crime. A pena é detenção de 3 meses a 1 ano e também pagamento de multa. A pena é aumentada de 1 sexto a 1 terço, se ocorrer a morte de animal”.

A convivência com animais de estimação
A convivência com animais de estimação proporciona inúmeros benefícios para o desenvolvimento das emoções, melhora a habilidade de comunicação, promove o sentido de responsabilidade, estimula o sentimento de humanidade e pode ajudar a superar a solidão. ​" por Premiatta Alimentos

​Cuidado, cães e gatos (e outro pets)
se não recebem os cuidados adequad ​o​
s podem tornar-se​ ​
fo​nte
de doenças contagiosas que podem afetar a nossa família ​!
​ ​
Raiva​,
Toxoplasmose ​,
Toxocaríase​,
Tinha ​,
Doença de Lyme​,
Leishmaniose ​.
Ornitose​, S
almonelose ​ entre outras são doenças transmitidas por contato. Para evitar contágios seu contato tem que ter limites, desculpe, tipo assim, seu gatinho não deve dormir na sua cama, seu cachorro não deve comer no seu prato, etc, etc. É só ter bom senso.

Mete a colher sim, por favor!

Agressões de mulheres e o preconceito
por Belinha Salgado
(23/01/14 Editorial do Correio Popular).

A entrevista baseada no artigo está no final do texto original sitado abaixo:

“É preciso meter a colher!

Belinha Salgado
Belinha Salgado

Há muito tempo que a sociedade debate a violência contra as mulheres, e este drama em pleno século 21 ganhou contornos inexplicáveis e de difícil solução para todos que estão diretamente envolvidos na luta contra esse câncer que se propaga. São inúmeras análises e reflexões de psicólogos, assistentes sociais, educadores, médicos, advogados, organizações não governamentais especializadas no assunto, etc, que se dedicam com afinco ao tema e mesmo assim os crimes contra as mulheres aumentam, e ainda com requintes de crueldade. Este fato nos faz indagar: por quê?

Infelizmente, apesar da mulher já ter conquistado uma série de direitos (este ano o direito ao voto feminino no Brasil completa 82 anos), a mentalidade machista ainda permanece arraigada na sociedade, quando sustenta mitos que contribuem, ou melhor, validam a violência contra as mulheres: “O amor é cego”, “bate que eu gamo”, “entre marido e mulher, não metas a colher”, “o amor não tem lei”, “no amor e na guerra vale tudo”, etc, permanecem no inconsciente coletivo e fazem a festa. E assim caminha a humanidade, perpetuando estes mitos que somente vão na contra mão da civilidade.

De todos, para mim, o mais pernicioso é o mito “entre marido e mulher, não metas a colher”. Quantas vezes assistimos calados brigas de casais, ou até mesmo de pais e filhos, amigos, e deixamos passar, não nos “intrometemos”, achando que isso é um problema particular. Está na hora de acordarmos, pois os dados e as estatísticas comprovam que a violência, assim como a drogadição tornaram-se problemas de saúde pública, verdadeiras epidemias sociais. Por isso devemos “meter a colher sim”, nos posicionar, dar nossa opinião quando muitas vezes ao nosso lado alguém sofre qualquer tipo de violência psicológica, física, moral, sexual, etc.

E quem abusa? Não existe um perfil típico, mas algumas características podem ajudar as mulheres e também as crianças a se manterem bem longe deste que atormenta e ceifa a autoestima e muitas vezes a vida de suas vítimas: em público podem até parecer amigáveis, mas já na esfera privada são verdadeiros tiranos. Todos, sem exceção possuem baixa autoestima, muitos são adeptos da arma de fogo (fazer justiça com as próprias mãos) e consumidores de álcool, ou “otras coisitas más”. São muito meticulosos, cuidadosos e tentam esconder suas personalidades frias, distantes, sociopatas. Por fim, culpam suas vítimas pelo ocorrido: “vc só está tendo isso porque não se comportou bem”.

Ainda há outra questão. O fato de que tantos homens se sentem no direito de expressar sua raiva, sendo violento com suas mulheres (a maioria das mulheres assassinadas no Brasil em 2013 foram mortas por seus companheiros ou ex-parceiros), demonstra que este comportamento foi aprendido em casa e está enraizado em nossa sociedade. Por isso, é uma questão de educação e valores.

E quem são as vítimas? Estamos aqui falando de agressões às mulheres, mas qualquer pessoa pode ser vítima! As vítimas podem ser de qualquer idade, sexo, raça, cultura, religião, educação, emprego ou estado civil. E a violência tem um ciclo. O primeiro momento é de tensão, onde quem abusa fica irritado e a comunicação e a tensão vai aumentando e o abuso pode iniciar-se; depois vem a explosão da violência, aqui o abusador parte para o ato de agressão e por fim, a Lua-de-mel: o abusador pede desculpas, faz promessas, culpa a vitima por ser causa do abuso e tenta desvalorizar a situação.

Enfim, acredito que a solução para esta situação calamitosa passa sim pelo rigor das leis, pela punição, mas principalmente pela educação de nossas crianças, pois não estamos matando a mulher do outro: são nossas mães, nossas irmãs, nossas companheiras, nossas amigas, que estão sendo mortas de forma cruel. Enfim, enquanto não houver uma mudança nesta mentalidade do “deixa disso” que ainda impera na sociedade, este mal da violência que nos assola todos os dias não terá fim. ”

– Belinha, qual foi sua fonte de dados?  Você menciona ciclo de violência o que é isso exatamente? Qual é o melhor modo de ajudar (meter a colher)? Quem pode denunciar? Como é melhor fazer isso? Onde buscar socorro?

– Olá Bom dia!

Carlos Rix, Primeiramente gostaria de agradecer esta oportunidade de falar no seu blog de um tema que há muito me interessa.

família Sou historiadora, especialista em arquivos e história da educação brasileira. Nos últimos anos tenho pesquisado muito sobre violência e drogadição, e o tema da violência contra as mulheres sempre me fascina.

Como Educadora, acredito que a violência se aprende e por isso temos que rever nossa educação, todos, escola sociedade e governo. Não é um problema privado somente das famílias, é nosso modelo de sociedade que adoeceu e “ensina” a violência.

Minhas fontes de dados são anos de leitura e artigos que mostram cotidianamente a violência contra as mulheres, os jovens, as crianças, etc. E o aumento dos crimes (e com requintes de crueldade), lotam as páginas dos jornais. Consultei para este artigo especificamente o site http://www.spm.gov.br, da Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres. No Balanço Semestral do Ligue 180 – Central de Atendimento à Mulher (http://www.spm.gov.br/publicacoes-teste/publicacoes/2012/balanco-semestral-ligue-180-2012), pode-se ler que as ocorrências de agressões físicas realizadas por companheiros aumentaram em 13% de 2011 para 2012; mais de 50% dos relatos são de risco de morte; filhos e filhos presenciam a violência em 65% dos casos, etc.

No que se refere ao ciclo de violência, como já explicado em meu artigo, as pessoas que sofrem agressão podem perceber desde  a 1° fase deste ciclo, que podem buscar ajuda, não “pagando pra ver”, porque com certeza, quem agride, insulta, humilha, um dia bate, ou faz coisa pior. Pra que deixar chegar nessa lamentável situação?

– Acordem mulheres!

Peçam socorro assim que perceberem alterações no seu companheiro, de atitude, na fala, nos sentimentos.

O problema é que a mulher demora pra perceber (e aceitar) que o amor acabou e acredita que vai conseguir resgatar “o seu homem”…não vai. Ele só vai piorar. Quer ler mais sobre Ciclo de Violência? Consulte:

http://www.campinas.sp.gov.br/sa/impressos/adm/FO736.pdf; http://www.pmpf.rs.gov.br/servicos/geral/files/portal/saber_violencia.pdf.

– Com certeza a melhor forma de ajudar é DENUNCIAR.

Para isso aqui em Campinas/SP você pode contar com  a Delegacia de Defesa da Mulher, na Av. Governador Pedro de Toledo, n° 1161, telefones: (19) 3242-5003 e 3242-7762.  Veja ainda outros locais onde as mulheres podem buscar acolhimento e orientação, antes de denunciar: http://www.campinas.sp.gov.br/sa/impressos/adm/FO736.pdf

– Bom dia pra vocês mulheres!

.

purific add

apoio cultural

Tem óleo na batatinha?!

O vídeo abaixo é incrível!

Assista, passe para seus amigos e queridos!

A maior parte é em português, mesmo com algumas partes em inglês e espanhol é possível entender tudo pois há legendas.

………………

Trabalhe a partir de casa, veja como!

Só um refrigerante por dia…

O vídeo abaixo é incrível.

Assista, passe para seus amigos e queridos!

A maior parte é em português, mesmo com algumas partes em inglês e espanhol é possível entender a mensagem geral.

………………

No Guarujá tem muita gente que vai entender tudo: http://www.eing.com.br

Atentado ao Consumidor

Oferta das lojas LojasMM que recebi no meu e-mail.
O Ar Condicionado Consul está por 699 ou 12 x 58,25 (veja abaixo)

Você clica na oferta o preço pula de 699 para 799 (veja abaixo) 
Isso tem nome, se chama propaganda enganosa. (Mesmo que seja só um erro (sem querer), esse engano pode custar caro para os desavisados e para a loja também.)

Tive o cuidado de colocar o cursor na data para que ficasse claro que os dois “print screens” foram feitos no mesmo dia e hora. (17/03/2009 17:50 h)

Para saber mais leia: http://www.jurisway.org.br/v2/noticia.asp?idnoticia=2099

Também: Cartilha de Defesa do Consumidor