Retrato São Paulo

Domingo, 9 de Julho, 2013

Mercadão

São Paulo não acorda…
Claro, não dorme!
São Paulo não pode e nem quer parar.

Lá, a 25 de Março

Domingo dia de descanso, lá estou eu.
Perambulando pelas ruas do centro velho:
a Sé, o Anhangabaú, a São João… que saudade de Paulo Vanzolini.
São Paulo é Vanzolini em essência, pode e faz de tudo.

.

Saí do Metro elétrico e dei de cara com com as fotos da gente de São Paulo nas lentes de Paulo Fridman. Este faz jus ao nome e nos dá, pelas lentes do seu projeto, voz – Liberdade.

Quem é você?
Qual o seu sonho?
E o futuro do Brasil?

O Fridman pergunta e a gente responde.

.

Mais a frente, perto da Rua do Comércio, da Bolsa e do BB, alí naquele miolinho, no meio da rua, um Chines voa bem alto, ele não pode pousar. Então nos leva a uma viagem com os fogos do carnaval da sua terra natal.

.

São Paulo linda, é só você quer.

.

.purific add

famíliapurific

Advertisements

No Amazonas!

Amanhã a noite vou para Manaus, no estado de Amazonas, no Amazonas. Já estou arrebatado pelo sentimento de alegria de poder rever amigos, parceiros de negócios, jornalistas e todo o burburinho da feira.

 

A FIAM me proporciona tudo isso. Estar em Manaus é estar no centro do mundo. Em tempos de Facebook a sensação é mais ou menos como a de receber uma centena de likes em um  post qualquer que você tenha feito.

 

A região amazônica é foco da atenção do mundo inteiro. Tudo que acontece por lá repercute em toda parte. Nossa presidente esteve lá para inaugurar a nova ponte e garantir por mais 50 anos a existência da Zona Franca.

 

A presidente assinou Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que prorroga por mais 50 anos a vigência da Zona Franca de Manaus, que deverá ser encaminhada à Câmara e ao Senado para aprovação…” (release completo)

 

A Ponte Rio Negro, que mede 3.595 metros e custou aproximadamente R$ 1 bilhão liga Manaus a Iranduba. Ela é considerada a maior ponte estaiada do Brasil, tem um trecho de 400 metros suspenso por cabos.

 

Eu a vi a distância quando estive em Manaus a alguns meses em uma semana de folga do trabalho. Agora vou ver de pertinho e trazer imagens e vídeos. Essa ponte vai facilitar a vida de milhares de pessoas e promover a integração da Região Metropolitana.

 

Manaus não pára. Ainda bem que junto com todo esse progresso cresce a consciência da necessidade de preservação e respeito à natureza. Na FIAM 2011 esse tema é recorrente, tanto nos estandes como no ciclo de seminários que ocorrerão durante todo o evento.

 

De acordo com a acessória de impressa os seminários mais concorridos foram “Desafios para um Amazonas sustentável: economia mais verde, limpa e inclusiva” (345 inscritos); “Turismo: fator de sustentabilidade em países-sede da Copa do Mundo de Futebol” (302 inscritos); “IV Encontro de Negócios de Aquicultura da Amazônia” (300 inscritos);…”

 

O Brasil sabe sim o que fazer com a Amazônia. Estamos nos preparando, somos capazes. O fato é que a região representa quase 60% do território brasileiro e não podemos deixar de lado a gerencia desta riqueza, pelo contrário.

 

Como você pode ver temas não vão faltar, entrevistas também não. Estou aceitando sugestões de tópicos e questões, ok?  

Image001